Adicionando Hd Externo no Xbox One


Resolvi adicionar um HD externo no Xbox One, ao usar uma das minhas cases que ja tinha notei que por serem 2.0 nao iriam funcionar.

Até ai tudo bem, comprei uma 3.0 coloquei o disco, espetei no Xbox One... E nada, ela só aparecia como armazenamento de fotos e videos e possibilidade de guardar capturas de tela.

Fui pesquisar à respeito e segundo um fórum afirmavam:

Utilizar o HD externo no Xbox One para armazenar jogos é possível, mas alguns requisitos deverão ser respeitados.

O HD externo deve usar uma conexão USB 3.0. Se você utilizar um hub USB, também deverá ser USB 3.0 ou superior, é a velocidade necessária de transferência de dados no Xbox One;
Precisa ter a capacidade de armazenamento de 128 GB ou maior, um HD de 1TB já dobra a capacidade do seu Xbox One, caso o modelo seja Xbox One S 1TB;
Ter uma partição. Normalmente, as unidades vêm com uma partição pré-formatada;
Não ter mais de três dispositivos de armazenamento conectados ao console ao mesmo tempo, aumente a capacidade ao invés de ligar mais dispositivos.
Os dispositivos que não atenderem a esses requisitos serão tratados como armazenamento de mídia, como os de música ou vídeo, não podendo gravar jogos.

Como detectar o HD externo no Xbox One
Normalmente, os HDs são identificados automaticamente ao serem conectados ao Xbox One. Para verificar, existe um caminho bem simples.

Pressione o botão Xbox para abrir o painel;
Selecione “Perfil e sistema” → “Configurações” → “Sistema” → “Armazenamento”;
Caso o dispositivo de armazenamento esteja na lista, o console o detectou.

Tentei outras soluções como:
Verificar de existia uma atualização do Xbox One
Pressione o botão Xbox para abrir o painel e selecione “Perfil e sistema” → “Configurações” → “Sistema” → “Atualizações e downloads”;

→ “Armazenamento”. Veja se o dispositivo aparece na lista.


Gerenciamento de energia do armazenamento
Pressione o botão Xbox para abrir o painel;
Selecione “Perfil e sistema” → “Configurações” → “Geral” → “Modo de energia e inicialização”;
Confirme se o modo de energia está configurado como Inicialização imediata;
Desmarque a opção “Quando o Xbox estiver desligado, desligue o armazenamento”
Reinicie o Xbox e volte para “Configurações”, selecione “Sistema” → “Armazenamento” e veja se o dispositivo agora aparece na lista.
Sugestões gerais
Mesmo depois das duas tentativas anteriores, restam apenas algumas soluções um pouco mais genéricas, mas que podem funcionar caso o problema seja do HD externo ou um bug do sistema Xbox One.

Remova e reconecte o dispositivo de armazenamento;
Conecte o dispositivo a uma porta USB diferente no console;
Reinicialize o console;
Pressione o botão Xbox na parte frontal do console por dez segundos;
Ligue o console novamente e verifique se ele detecta a unidade externa;


Não acontecia isso comigo! tinha que ser algo com a partição!

Peguei o HD, espetei no computador e fui verificar o status e ela estava como MBR (como formatei o disco no linux não pensei nessa possibilidade!)

Fui pra uma maquina windows:
carreguei o prompt, diskpart, list disk, select disk X e convert gpt 

(a imagem abaixo é apenas ilustrativa!)

(a imagem acima é apenas ilustrativa!) 

Após isso, basta colocar o HD no Xbox One.













Prontinho ! Disco funcional no Xbox One, transferência rápida de jogos (interno pro externo), possibilidade de jogar direto do HD, assim como duplicar um jogo (caso queira levar pra jogar na casa de alguém!) e de forma portatil !


Espero ter ajudado!




PS: depois de procurar um pouco melhor notei que o gparted (linux) tb poderia fazer isso, pastaria ir até a opção partições e selecionar GPT ali. O resultado seria a mesma coisa.





0 Comentários

Zram, um jeito de melhorar a performance em pcs fracos

Como sempre acabo trocando/mudando o sistema do meu HP mini desta vez parti pra algo bem leve, o que seria suficientemente leve ? o LiteLinux. Como esse netbook usa processador de 32 bits a versão atual não funcionaria mais nele, procurando um pouco achei a versão 3 que funcionou. Feita a instalaçao (e aquele processo todo!) faltava definir swap (pq na hora da instalação nao defini nenhuma partição e logo após isso o zram  Se você tem 2 Gb ou menos de espaço na memória RAM, o zRam pode ajudar a melhorar o desempenho do seu sistema. Super fácil de instalar — trata-se de um módulo do kernel que, uma vez ativado, cria blocos de dispositivos baseados na RAM, que funcionam como swap. Dados armazenados neste local são comprimidos na própria memória do sistema. O uso deste módulo ,acaba promovendo uma economia de memória mas, por outro lado, aumenta a carga sobre o processador. NOTA: Você só irá se beneficiar do uso do zRam em aplicações que consumam muita memória e pouco processamento.  O us