Minecraft Pi Edition

Se esta é a primeira vez que você executa seu Raspberry Pi, o site oficial tem todas as informações que você precisa em seu  guia de início rápido super prático . Há mais informações no  wiki deles também.



Minecraft: Pi Edition roda em Raspbian Wheezy com XWindows. Obtenha-o aqui  e siga as instruções detalhadas.


Inicialize seu Raspberry Pi com Raspbian. Se você não configurou o XWindows para iniciar automaticamente na inicialização, digite “startx”.


Use um navegador para  baixar o  Minecraft: Pi Edition nesta página!


Em seguida, clique no ícone do LXTerminal para abrir uma nova janela de terminal. Use os seguintes comandos (em  negrito ):


Navegue até a pasta de download:  cd  [local da pasta de download]

Descompacte o arquivo:  tar -zxvf minecraft-pi-0.1.1.tar.gz

Navegue até a pasta de instalação:  cd mcpi

Execute o Minecraft: Pi Edition:  ./minecraft-pi

Divirta-se! 



Download

0 Comentários

Red Hat contrata um engenheiro de software cego para melhorar a acessibilidade no desktop Linux

A Red Hat está contratando um engenheiro de software cego para ajudar nos refinamentos de acessibilidade no GNOME, Fedora e RHEL. A acessibilidade em um desktop Linux não é um dos pontos mais fortes a serem destacados. No entanto, o GNOME, um dos melhores ambientes de desktop , conseguiu se sair melhor comparativamente (acho). Em uma postagem no blog de Christian Fredrik Schaller (Diretor de Desktop/Gráficos, Red Hat), ele menciona que eles estão fazendo sérios esforços para melhorar a acessibilidade. Começando com a contratação de Lukas Tyrychtr pela Red Hat , que é um engenheiro de software cego para liderar o esforço para melhorar o Red Hat Enterprise Linux e o Fedora Workstation em termos de acessibilidade. Entre os detaques Estado de acessibilidade no GNOME Enquanto eu mencionei que o GNOME conseguiu ter um suporte de acessibilidade decente no passado, Christian menciona o que aconteceu ao longo dos anos: O primeiro esforço conjunto para oferecer suporte à acessibilidade no Linux