Rebuild Chile, o jogo

Após o devastador terremoto que atingiu o Chile no final de fevereiro, programadores de videogame locais decidiram arrecadar fundos para ajudar a população prejudicada da forma que conhecem: levando às telas de todo o mundo um jogo que simula a reconstrução de uma zona devastada.

O dinheiro arrecadado pelo game Rebuild Chile será entregue ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e será destinado a ajudar as crianças das zonas afetadas pelo terremoto de magnitude 8,8 que devastou a região centro-sul do Chile.

A primeira meta é arrecadar 1 milhão de dólares, segundo o site do jogo. “Decidimos usar o jogo como forma de repassar uma mensagem de esperança de que, depois do desastre que é um terremoto, vem o momento da reconstrução e que todos podem trabalhar”, disse à Reuters o diretor do projeto, Alvaro Quezada.

No game – que tem várias fases de dificuldade – uma escavadeira deve retirar escombros para poder reconstruir uma zona devastada de forma eficiente. “Todos podem ajudar a reconstruir com inteligência, com esforço, com trabalho e também com recursos”, acrescentou Quezada.

Rebuild Chile já pode ser jogado na internet e no iPhone, enquanto são criadas versões para consoles como Xbox e outros modelos de celular.

0 Comentários

Red Hat contrata um engenheiro de software cego para melhorar a acessibilidade no desktop Linux

A Red Hat está contratando um engenheiro de software cego para ajudar nos refinamentos de acessibilidade no GNOME, Fedora e RHEL. A acessibilidade em um desktop Linux não é um dos pontos mais fortes a serem destacados. No entanto, o GNOME, um dos melhores ambientes de desktop , conseguiu se sair melhor comparativamente (acho). Em uma postagem no blog de Christian Fredrik Schaller (Diretor de Desktop/Gráficos, Red Hat), ele menciona que eles estão fazendo sérios esforços para melhorar a acessibilidade. Começando com a contratação de Lukas Tyrychtr pela Red Hat , que é um engenheiro de software cego para liderar o esforço para melhorar o Red Hat Enterprise Linux e o Fedora Workstation em termos de acessibilidade. Entre os detaques Estado de acessibilidade no GNOME Enquanto eu mencionei que o GNOME conseguiu ter um suporte de acessibilidade decente no passado, Christian menciona o que aconteceu ao longo dos anos: O primeiro esforço conjunto para oferecer suporte à acessibilidade no Linux