O que significa cada um dos diretórios num sistema linux ?


A diferença entre sistemas Windows e Linux, Os arquivos e pastas se organizan de maneira diferente, em Windows quando instalamos um programa se cria uma pasta aonde estarão todos os arquivos referentes ao programas, em Linux ao contrário, a ideia é agrupar em pastas arquivos con finalidades similares.

Uma breve descrição das pastas:

  • /: Esta é a raiz do sistema.

  • /usr: Aquí se encontram a grande maioria dos archivos existentes em um sistema Linux, como documentacão,executaveis, etc.

  • /bin: Aqui estão os comandos que podem ser usados por todos os usuarios (incluindo o root).

  • /sbin: Aqui estão os comandos que só podem ser usados pelo o root.

  • /dev: Aqui estão todos os dispositivos da nossa máquina.

  • /home: Lugar aonde se armazenam as contas de usuários. Algo parecido como em “Meus documentos” em Windows.

  • /lib: Aqui estão as bibliotecas que são necessárias para o sistema.

  • /var: Contém informacão variavel, como por exemplo os logs do sistema (/var/log), correio local, etc.

  • /tmp: Diretório temporario.

  • /etc: Aqui se encontrão todas as configuracões. Por exemplo se queremos modificar a configracion do Samba somente teremos que editar o arquivo de texto /etc/samba/smb.conf

  • /root: Conta do administrador.

  • /boot: Aqui está tudo o que for relacionado com o arranque do sistema.

  • /media: Ponto de montagem para sistemas de arquivos montados localmente.

  • /mnt: É o predecesor do /media, se mantém somente por razões historicas

  • /proc: Sistema de arquivos virtual de informacão de processos e do kernel.

2 Comentários

internet100 disse…
geralmente eu uso /media pra mídias removíveis e /mnt pra partições diversas do disco, é uma boa maneira de manter o barraco em ordem
Unknown disse…
Muito boa sua explicação, simples e bem elaborada dando ao leitor um fácil entendimento.
Parabéns!

NVIDIA dá um grande passo para melhorar sua experiência de GPU no Linux

 A grande decisão de código aberto da Nvidia para ajudar a melhorar a experiência do Linux nas GPUs NVIDIA. Linus Torvalds ficará feliz em ouvir isso… A NVIDIA finalmente anunciou uma iniciativa de código aberto para melhorar a experiência da GPU no Linux. Infelizmente, não é exatamente o que você pensa, você ainda encontrará drivers proprietários por aí. Mas é tão significativo quanto abandonar os drivers proprietários. Aqui está: a NVIDIA lançou módulos de kernel de GPU de código aberto com suporte para GPUs de data center e placas de consumidor (GeForce/RTX) . E, é licenciado sob uma licença GPL/MIT dupla, parece incrível, certo? Como isso ajuda os usuários de desktop Linux? Os módulos de kernel de GPU de código aberto ajudarão a melhorar a interação entre o kernel e o driver proprietário. Portanto, essa mudança é benéfica tanto para os jogadores quanto para os desenvolvedores , onde os aborrecimentos de trabalhar com um driver proprietário da Nvidia acabarão sendo eliminados. O anú