Intel abandona projecto One Laptop Per Child

A Intel anunciou que já não integra o grupo que está a desenvolver os laptops de baixo custo «XO», baseados no sistema operativo aberto Linux, sendo agora os microprocessadores dos equipamentos da responsabilidade da empresa Advanced Micro Devices, concorrente da Intel.

Segundo o «The New York Times», a Intel referiu que partilha da mesma visão do projecto One Laptop Per Child, na disponibilização de computadores para crianças, mas adiantou que não foi possível a resolução de questão referidas como «filosóficas» com os responsáveis da iniciativa.

Os laptops, designados «XO», estão a ser comercializados pelo One Laptop Per Child a 200 dólares para Governos e Instituições de países em vias de desenvolvimento, depois de o preço inicial ter sido estimado em 100 dólares.

A Intel vai agora comercializar para mercados emergentes os computadores «Classmate PC» a um preço de 300 dólares.

Ja vai tarde ....

0 Comentários

Opera GX não tem pra Linux (mas isso nao faz diferença!)

 Opera GX tem alguns recursos muito interessantes, como  o controle GX . Que são uma série de utilitários  com os quais você não precisa fechar programas para obter mais desempenho da máquina direcionando recursos para outro software. No lugar disso,o GX Control você pode escolher quanta RAM, quanto tempo de CPU e quanta rede o navegador terá disponivel. Assim,  largura de banda, recursos de memória e CPU  destinados aos jogos não seriam prejudicados. E você pode pensar ... o Opera GX existe para o Linux ? (Claro que não tem!) Mas tudo bem, fazer esses ajustes no GNU / Linux você não precisa do GX Control, ele se vira com o que tem. O seu terminal ! Vamos lá ! Limite a largura de banda: Para limitar a largura de banda ou o uso da rede que um processo ou programa faz em seu Linux, também existem várias opções. Um deles é usar o programa trickle, outro é o wonderershaper. Você deve instalar os dois pacotes, pois eles não são pré-instalados nas distros por padrão. Quanto ao uso, você pode