sexta-feira, 14 de março de 2008

Grupo teve acesso ao código do kit 'faça você mesmo' do iPhone


Grupo mostrou imagens de programas rodando sem o certificado da Apple.
Fato põe em dúvida o controle que a empresa esperava obter sobre o kit.

Um grupo de piratas de computador auto-entitulado “iPhone Dev Team” anunciou nesta quinta-feira (12) que conseguiu acessar o código do kit para desenvolvimento de software (SDK, na sigla em inglês) lançado pela Apple para o seu aparelho multifuncional iPhone na semana passada.

Em comunicado, o grupo disse que “decifrou o disco de imagem e acessou os códigos embarcados no iPhone”. Em resumo, isso significa que os piratas encontraram uma maneira de rodar aplicações no aparelho sem o certificado da Apple.

Para mostrar seu trabalho, o grupo mostrou imagens de aplicações sendo usadas na versão de testes - conhecida como Beta – do SDK, que a Apple planeja usar no novo modelo iPhone 2.0, com lançamento previsto para junho.

Sem exclusividade

O grupo informou que, com a quebra do código, conseguiu fazer com que o programa funcionasse com outros provedores de serviço além da AT&T, oficialmente a única credenciada para operar o serviço.

A quebra põe em xeque o pretendido controle da Apple sobre o SDK. A empresa quer que os desenvolvedores independentes submetam a ela seu trabalho, planejando distribuí-lo através de sua loja on-line App Store. A empresa ganharia uma taxa de 30% sobre as revendas desses produtos.

Apelo

A Apple disponibilizou o SDK no último dia 6 para que desenvolvedores independentes possam criar programas para o iPhone, uma medida que visa aumentar o apelo de seu aparelho multifuncional.

"Abrimos alguns de nossos códigos e ferramentas, que usamos internamente para criar aplicativos para o iPhone. Isso significa que desenvolvedores de fora podem criar programas usando as mesmas ferramentas que nós temos", afirmou na ocasião Scott Forstall, vice-presidente de software do iPhone.

Nenhum comentário: