sexta-feira, 14 de março de 2008

Gibson acusa ‘Guitar hero’ de quebra de patente


A fabricante de guitarras Gibson tenta impedir a venda do jogo "Guitar hero", da produtora Activision, por quebra de patente. Em 1999, a Gibson registrou um dispositivo de realidade virtual que incluía fones de ouvido e simulava a participação do jogador em um concerto de rock. Ela exige que a Activision licencie seu jogo com essa patente.

"A Gibson é uma boa parceira e nós os respeitamos muito. Discordamos quanto à aplicação dessa patente, e gostaríamos que a Justiça determinasse se ela procede", afirmou George Rose, diretor jurídico da Activision, em comunicado.

A Gibson, cujas guitarras elétricas são usadas por lendários artistas de blues e rock como Eric Clapton, B.B. King e Slash, vem sendo uma parceira de destaque nos jogos "Guitar hero", para os quais a Activision licencia o direito de produzir controles com a forma de guitarras da empresa, e de usar as imagens desses modelos nos jogos.

A disputa começou em janeiro, quando advogados da Gibson enviaram um comunicado à Activision acusando a empresa de violar a patente chamada "sistema e método de geração e controle de um concerto musical simulado".

A patente descreve um dispositivo que permite ao usuário "simular a participação em um concerto tocando um instrumento e usando um acessório preso à cabeça que inclui saídas de som". A patente ainda descreve o uso de áudio e vídeo de shows gravados previamente para acompanhar a apresentação do jogador.


Em "Guitar hero" o jogador usa controles de plástico em forma de guitarra para tocar músicas representadas por bandas virtuais na tela. Os botões no controle correspondem às notas das músicas, enquanto animações mostram uma banda tocando em um palco. Em 2007, o jogo ganhou um concorrente: "Rock band", da Electronic Arts, que utiliza o mesmo sistema de simulação e ainda acrescenta instrumentos como bateria e microfone.


Não é a primeira vez que "Guitar hero" é citado em casos de quebras de patentes e direitos autorais. Em novembro de 2007 o grupo Romantics entrou com uma ação contra a Activision, acusando o jogo de usa uma versão cover da música "What I like about you" "muito semelhante" ao hit original dos anos 80.



"Guitar hero" foi lançado em 2005 e já teve quatro versões (incluindo o pacote com músicas dos anos 80 para o PlayStation 2). Segundo a Activision, "Guitar hero III – The legends of rock" foi responsável por impulsionar os lucros da empresa em 90% no período encerrado em dezembro.

Nenhum comentário: